O Poder da Oração de Uma Mãe



Os filhos são uma constante preocupação para qualquer mãe. Que dizer se eles têm dificuldades ou problemas que precisam ser vencidos. Qual é a maior e mais poderosa ajuda que uma mãe cristã pode dar aos seus filhos? O benefício da oração! Ao trocar preocupações sobre eles, há cerca de seis anos, um grupo do antigo bate-papo da Vila Cachoeirinha resolveu reunir-se semanalmente para pedir a Deus pelos seus filhos. Logo as evidências de que Deus estava atendendo as orações ficaram notórias.

Foi o caso da Tania que orou para que o filho Breno conhecesse a Deus e depois de um tempo orando, está vendo seu pedido se concretizar. O Breno está estudando a Bíblia com os jovens da Lapa e está bastante envolvido com todas as atividades da igreja.

A Vânia que frequenta o grupo há tempos orou para que sua amiga Letícia engravidasse e isso aconteceu. Entretanto, segundo ela, os médicos haviam constatado pelo ultrassom que o bebe da amiga havia morrido, mas tanto Letícia quanto o grupo insistiram nas orações, e em seguida, em novos exames verificaram que essa notícia fora revertida. Letícia seguiu unida ao grupo em oração, obedecendo à prescrição de repouso e criterioso tratamento. As orações foram ouvidas, o tratamento abençoado e o bebe, que recebeu o nome de Paloma, já tem hoje cinco meses.

Mesmo não sendo mãe ainda. Os ótimos resultados dessa união, também levaram a Karla Evangelista (esposa do Wagner, da Lapa) a frequentar as reuniões. Havia sete anos que Karla tentava engravidar, e após dois anos frequentando o grupo, ela finalmente teve a sua boa notícia: engravidou e sua benção recebeu o nome de Alice, hoje com seis meses. E as bênçãos não param por ai. Os sogros, Alair e Nilza, além do sobrinho Denilson tornaram-se cristãos. E sua mãe, D. Jaci é frequentadora assídua do grupo.

A fé das participantes do grupo também incentivou Katia que estava desempregada há seis meses. Em dois meses, ela encontrou novo emprego e está “satisfeita da vida”.

Integrantes também aproveitam e incluem as necessidades de parentes e conhecidos. Foi o caso da Yara Tangerino que orou pela Adriana (irmã da Daniele, nora da Yara) que, grávida, ficou hospitalizada quarenta dias e dois meses de cama. Foram seis meses de gestação assistida, e três de intensas orações no grupo das mães. Mas Adriana teve seu bebê que nasceu com saúde e já comemora seis meses de vida.

Há casos de filhos e genros dependentes químicos cujas internações e tratamentos foram bem-sucedidos, conseguiram empregos, casaram e tiveram filhos; maridos doentes que se recuperaram; restaurações de fé e muitas outras bênçãos.

A cada quinze dias, Marlene, Jaci, Cristina, Francisca, Lourdes, Neusa, Tania, Lindalva, Vania, Alessandra, Catia, Karla, Iara, além de outras cristãs não abrem mão de encontrarem-se para orar pelos filhos, incluindo cônjuges, familiares e amigos, além de louvar a Deus e ler a Bíblia juntas. São momentos especiais para elas, que ao depositar todas as suas aflições aos pés de Jesus Cristo (Filipenses 4:6-7), encontram refrigério, animo, fé no poder e nas promessas de Deus.

“E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão”. Mateus 21:22. “Portanto, eu digo: Tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim sucederá”. Marcos 11:24; João 14:13-14.


2 visualizações
Igreja de Cristo internacional de SP

(11) 4113-9583

comunica@icoc.org.br

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • Branco Twitter Ícone
  • White YouTube Icon

@2018 by Igreja de Cristo Internacional de São Paulo

logo.png
  • icoYT-escuro
  • Instagram Social Icon