Celebração em Goiânia


"Os que haviam sido dispersos pregavam a palavra por onde quer que fossem.” – Atos 8:4


Nossa missão de apoio

Uma pequena igreja em Goiânia é prova de que uma pequena quantidade de discípulos pode fazer a diferença: eles encorajaram e inspiraram o restante do país.

No domingo, dia 14 de setembro de 2014, aconteceu uma grande celebração em Goiânia, uma metrópole que se expande rapidamente, com uma população de aproximadamente um milhão de habitantes. Discípulos vieram de todas as partes do Brasil: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília, para compartilhar sua fé, ter convívio e adorar a nosso tremendo Deus juntos. Igrejas mais distantes, como Salvador e Recife, participaram enviando mensagens de encorajamento aos discípulos através de um vídeo.

"Eu estou tão grata de estar aqui", disse Rose Nazário de São Paulo. "Fazia muito tempo que não convidava pessoas na rua, pessoas que eu não conheço pessoalmente. Este evento realmente me ajudou a recuperar a coragem que eu precisava para evangelizar."

"Foi demais ver irmãos e irmãs de várias partes do país reunidos,” compartilhou Manoel de Freitas Neto do Rio de Janeiro. "Todos estavam muito entusiasmados sobre estarem envolvidos com o que está acontecendo em Goiânia. Havia uma eletricidade no ar, muita animação e esperança, que foi refletido nas canções, no convívio e nos sorrisos!"

"Este é um dia especial para todos nós de Belo Horizonte,” disse Marcos Araújo que lidera a igreja em Minas Gerais juntamente com sua esposa Denise. "Nossa igreja implantou Brasília e agora Brasília está reforçando o trabalho aqui em Goiânia. Está nos inspirando a fazer ainda mais.”

"Eu estava confiante de que Deus estava trabalhando em nossa pequena igreja em Goiânia, mas a resposta à celebração e a participação das igrejas foram além de minhas expectativas," exclamou Paulo Machado.

Paulo e Valéria Machado, juntamente com suas filhas Heloísa e Paula, se mudaram para a cidade de Goiânia em 2007, devido a uma transferência no trabalho de Paulo. A igreja de Cristo Internacional mais próxima estava localizada em Brasília, umas 3 horas de distância, quando se viaja de carro. No entanto, os Machados iniciaram um pequeno bate-papo bíblico em sua residência. Deus abençoou suas orações e esforço. Algumas pessoas que estudaram a Bíblia foram batizadas, porém, eles perceberam que precisavam de ajuda. A igreja em Brasília se levantou para prover essa necessidade de direção e apoio. Era um sonho da igreja de Brasília mandar uma missão de apoio a Goiânia em 2015, a fim de encorajar e fortalecer o pequeno grupo que tinha se tornado uma igreja.

Em 2012, Deus já estava trabalhando. Em Seattle, EUA, Alcides Morais, que é brasileiro, e sua esposa Leslie, que é americana, estavam orando e pensando sobre como usar seu tempo e talentos agora que seus filhos já estavam crescidos. Tendo sido missionários no Brasil e em vários países na África, juntamente com Mike e Anne Brigitte Taliaferro, as possibilidades eram numerosas.

Orando para que Deus usasse a conferência (World Discipleship Summit) em San Antonio, Texas, para esclarecer Sua vontade para suas vidas, Alcides e Leslie participaram com grandes expectativas. Deus não os decepcionou. Houve encontros com amigos da África na primeira noite e com amigos do Brasil na noite seguinte. As muitas necessidades entre as igrejas nos países em desenvolvimento inspiraram o casal a orar sobre seu futuro de maneira ainda mais ardente.

Enquanto estavam no aeroporto logo após a conferência, Alcides e Leslie se encontraram, “por acaso”, com Jorge e Ana Cristina Bittencourt, que eram parte da liderança da igreja de Brasília. Em resposta à oferta de Alcides e Leslie no que dizia respeito a ajudar a igreja de qualquer maneira possível, Jorge e Ana Cristina viam uma necessidade referente a aulas para casais em sua congregação, sobre casamento e criação de filhos, que seriam realizadas via Skype. Alcides e Leslie gostaram muito da ideia e aceitaram o pedido.

Eles retornaram a Seattle e começaram a preparar as aulas baseando-se no treinamento recebido de Scott Green no que diz respeito à comunicação e resolução de conflitos, e também baseado no discipulado que receberam de Ron e Linda Brumley por quase dez anos.

No processo de devotarem seus corações e energia aos casais em Brasília, ao longo do ano de 2013, Deus estava preparando o caminho para que Alcides e Leslie retornassem ao Brasil.

“Temor é um bom motivador. Eu temia me contentar com uma vida confortável, onde minhas maiores preocupações se relacionassem ao trabalho, aposentadoria e planejamento das próximas férias. Ainda existem tantas pessoas a serem alcançadas, discípulos que necessitam de treinamento e igrejas a serem implantadas. Como poderíamos deixar de ir?” reflete Alcides.

O culto de celebração, com aproximadamente 270 pessoas presentes, foi o resultado do trabalho que Deus já havia realizado através do Paulo e Valéria e do fortalecimento dos discípulos em Goiânia nos últimos meses, que culminaram na inspiração das igrejas no Brasil a sonharem novamente em alcançar as maiores cidades do país.

Adaptando-se à realidade brasileira

À medida que o tempo passa, fica mais evidente a possibilidade de que o modelo tradicional de implantação de igrejas talvez não seja a opção mais viável para o Brasil e para outros países em desenvolvimento. O protótipo de um evangelista e uma conselheira de mulheres assalariados, e equipe de ministros auxiliares, também pagos pela igreja, não parece ser financeiramente alcançável em muitas nações emergentes. Em vez disso, vemos, fruto da necessidade, a evolução de uma liderança plural composta por membros não pagos pela igreja, que cuidam de suas congregações. Em vista das limitações financeiras encontradas numa igreja pequena, o alvo de se ter uma grande reunião semanal poderá ser substituída por cristãos se reunindo em casas espalhadas por toda a cidade. No Brasil, Goiânia é o campo de testes para esse modelo. Este modelo permite que se tenha mais intimidade e uma maior interação pessoal entre os cristãos. Permite-se também, maior facilidade no acesso às reuniões, uma vez que estarão em seus próprios bairros. Promove também maiores oportunidades para liderança compartilhada entre os discípulos e inspira a participação ativa dos discípulos, em diversos estágios de maturidade cristã, de uma forma familiar e orgânica.

“Estamos repensando tudo; desde o formato de nossas reuniões até a maneira em que fazemos a ceia. Estamos estudando como podemos experimentar integralmente Atos 2:42-47”, explica Leslie.

Uma mentalidade como esta abre uma gama enorme de possibilidades para novas igrejas se desenvolverem. Discípulos de Cristo não devem temer ir aonde o Espirito os direcionar, no tempo de Deus. Todos nós temos que repensar os critérios necessários para se espalhar a Palavra de Deus. Havia um plano de se implantar a igreja em Goiânia da maneira como sempre fizemos, porém, Paulo e Valéria chegaram lá bem antes. Graças a Deus por isso! Isto requer muita fé, oração e confiança em Deus para permitir que Seus planos se desenvolvam da maneira como Ele quer. Que Deus continue usando discípulos em Goiânia e em todo Brasil para avançar Seu reino.


0 visualização
Igreja de Cristo internacional de SP

(11) 4113-9583

comunica@icoc.org.br

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • Branco Twitter Ícone
  • White YouTube Icon

@2018 by Igreja de Cristo Internacional de São Paulo

logo.png
  • icoYT-escuro
  • Instagram Social Icon